SOBRE NÓSCHEERLEADINGDOWNLOADSVÍDEOSCONTATOAFILIAÇÃO
x



O Cheerleading é um esporte completo. Poucos esportes trabalham de forma tão intensa, além dos aspectos motores, características como empreendedorismo, administração financeira e de pessoas, controle emocional, exercício da paciência e noções hierárquicas como este esporte.

Embora o estudante Thomas Peebles, da Universidade de Pinceton, nos Estados Unidos, tenha introduzido a idéia do uso de equipes organizadas de torcida para dar suporte ao futebol americano, a primeira Sideline surgiu com Johnny Campbell, da Universidade de Minnesota, em 2 de novembro de 1898.

De lá para cá, muitas águas rolaram. Na década de 20 (século XX) as mulheres passaram a fazer parte das equipes de Cheerleading. Nos anos 80, filmes de Hollywood passaram a retratar as Cheerleaders como burras e símbolos sexuais. Embora essa imagem ainda persista, sobretudo nos países menos desenvolvidos, o Cheerleading atual assume, cada vez mais, um caráter atlético. Essa mudança foi retratada a partir de 2000 com a série de filmes "Bring it on" (no Brasil, "As Apimentadas"), ao mostrar de forma bem mais séria as competições específicas de Cheerleading (as quais, na verdade, já existiam nos Estados Unidos desde os anos 80).

De lá para cá, o esporte foi se espalhando por diversas parte do mundo: Ásia, Europa, Oceania e também América do Sul, que tem dentre alguns dos seus representantes países como o Chile e o Equador.

Neste ano o Brasil entrou nesse circuito ao se afiliar, através da União Brasileira de Cheerleaders, à International Cheer Union, um dos órgãos gestores do esporte nos Estados Unidos.


.

x